16°C 26°C
Ubatã, BA
Publicidade
Anúncio

Inema: 13 anos de compromisso com a gestão ambiental no estado da Bahia

O órgão é fundamental na execução das políticas estaduais de meio ambiente, proteção à biodiversidade, recursos hídricos e mudança do clima. O post...

03/05/2024 às 21h05
Por: Redação Fonte: Secom Bahia
Compartilhe:
Foto ilustrativa: Ascom/Inema
Foto ilustrativa: Ascom/Inema

Há 13 anos foi criado o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), fruto da união estratégica entre o Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá) e o Instituto do Meio Ambiente (Ima). Essa fusão não apenas integrou os sistemas de gestão ambiental e hídrica da Bahia, mas também consolidou o Inema como um dos principais pilares na execução das políticas estaduais de meio ambiente, proteção à biodiversidade, recursos hídricos e mudança do clima.

Desde sua instituição, em 4 de maio de 2011, o Instituto tornou-se referência no cenário ambiental do estado. Ligado à Secretaria de Meio Ambiente (Sema), o Inema centralizou ações e programas, tornando-se um catalisador para uma atuação mais eficaz e ágil. Essa iniciativa não apenas fortaleceu o desenvolvimento sustentável e a preservação dos recursos naturais, mas também consolidou sua atuação mais eficiente e integrada em relação às questões ambientais e de recursos hídricos.

Para a diretora-geral, Maria Amélia Lins, vivenciar experiências profissionais enriquecedoras em outras instituições e retornar ao órgão ambiental na condição de gestora, é uma jornada que a enche de orgulho. “Minha missão é liderar o Inema em direção a práticas ainda mais sustentáveis, promovendo um desenvolvimento equilibrado e consciente. Reconheço e valorizo imensamente o trabalho incansável dos servidores, que são fundamentais para o sucesso de nossas iniciativas ambientais”, destaca.

“Reconheço a importância crucial do Inema na execução das políticas ambientais, proteção à biodiversidade, recursos hídricos e mudanças climáticas. O trabalho dos servidores é essencial para o sucesso de nossas iniciativas. São eles que tornam possível a implementação de ações para garantir um futuro mais sustentável para nosso estado. A atuação do Inema reflete o compromisso e a dedicação de nossa equipe, que trabalha incansavelmente para promover a eficiência e efetividade das políticas ambientais na Bahia.”, destaca a diretora.

O Inema, como protagonista na gestão ambiental, não se limita apenas ao licenciamento e autorizações para intervenções ambientais. Sua atuação abrange a execução das políticas estaduais de meio ambiente, proteção à biodiversidade, recursos hídricos e mudança do clima. Com suas diversas diretorias especializadas, o Inema trabalha incansavelmente para promover a integração e efetividade das políticas ambientais, visando garantir um futuro sustentável para o estado.

A relevância do Inema vai além da execução das políticas ambientais, estendendo-se à sua colaboração com a sociedade civil organizada e parceiros de órgãos públicos estaduais e municipais. Sua interação é um elemento-chave para garantir que as ações ambientais sejam efetivas. Essa parceria promove a conscientização e mobilização da sociedade para a proteção do meio ambiente e a gestão sustentável dos recursos hídricos, demonstrando a importância do Inema como agente catalisador para um futuro ambientalmente equilibrado.

Em um marco significativo para a modernização da gestão ambiental na Bahia, em 2012, o Inema, em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), lançou o Sistema Estadual de Informações Ambientais e de Recursos Hídricos (Seia), um avanço sem precedentes não apenas para o estado, mas para todo o território nacional. Essa iniciativa representa um passo importante na integração e eficiência das políticas ambientais, consolidando o Inema como um líder na busca por práticas sustentáveis.

Em sua trajetória, o Inema tem se destacado como um protagonista na proteção do meio ambiente baiano. Suas realizações incluem a criação de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), a implementação de Planos de Bacias Hidrográficas e a criação do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR), que já ultrapassou a marca de um milhão de cadastros. O Instituto desenvolveu também o Programa Harpia, uma ferramenta crucial para o monitoramento da Mata Atlântica, fortalecendo as ações de combate ao desmatamento ilegal.

Fonte: Ascom/Inema

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias