16°C 26°C
Ubatã, BA
Publicidade
Anúncio

Câmara abre período de indicações ao Prêmio Paulo Gustavo 2024

Premiação é destinada a artistas e organizações que atuam no segmento do humor e da comédia

06/05/2024 às 12h44
Por: Redação Fonte: Agência Câmara
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

A Câmara dos Deputados abre nesta segunda-feira (6) o prazo de indicações ao Prêmio Paulo Gustavo 2024 . A iniciativa visa condecorar anualmente até cinco artistas, personalidades, grupos, organizações ou iniciativas por suas contribuições à cultura brasileira por intermédio do humor e da comédia, incluídas as artes circenses e as formas de comicidade popular.

A indicação ao prêmio pode ser feita, até o dia 17, por qualquer deputado no exercício do mandato, por meio de formulário eletrônico disponibilizado pela Comissão de Cultura. Cada parlamentar tem direito a indicar, no máximo, um concorrente.

A escolha dos agraciados desta 2ª edição do prêmio será feita por voto secreto, no dia 12 de junho, pelo Conselho Deliberativo, composto pela 2ª secretária da Mesa Diretora da Câmara, deputada Maria do Rosário (PT-RS), e pelos integrantes da Comissão de Cultura. Serão declarados vencedores os cinco indicados que obtiverem o maior número de votos.

O prêmio consiste em diploma de menção honrosa aos agraciados e será concedido pelo presidente da Comissão de Cultura, deputado Aliel Machado (PV-PR), e pela 2ª secretária.

Cerimônia de premiação
A cerimônia de premiação está marcada para o dia 5 de novembro, às 14 horas, no Salão Nobre.

Paulo Gustavo
Paulo Gustavo foi um humorista, ator e roteirista brasileiro que ficou conhecido por suas performances cômicas no teatro, na televisão e no cinema. Nascido em Niterói, Rio de Janeiro, em 1978, ele começou sua carreira artística em 2005, quando estreou seu primeiro espetáculo solo, "Minha Mãe é uma Peça". A peça se tornou um sucesso imediato, e Paulo Gustavo passou a ser reconhecido como um dos principais nomes do humor brasileiro.

Sua morte prematura, em decorrência da Covid-19, em 4 de maio de 2021, aos 42 anos, deixou uma lacuna na cultura e no humor brasileiro.

Além de ter popularizado o humor que aborda a vida cotidiana e as relações familiares, Paulo Gustavo foi um ativista pelos direitos LGBTQIA+, usando sua visibilidade para lutar contra a homofobia e para promover a aceitação e a igualdade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias