16°C 26°C
Ubatã, BA
Publicidade
Anúncio

Ações de vigilância epidemiológica hospitalar serão fortalecidas no Hospital da Mulher

Nesta segunda-feira, dia 6, o Hospital Inácia Pinto dos Santos, também conhecido como Hospital da Mulher, recebeu a visita da equipe da Vigilância ...

06/05/2024 às 17h01
Por: Redação Fonte: Prefeitura de Feira de Santana - BA
Compartilhe:
Foto:Victória Seixas
Foto:Victória Seixas

Nesta segunda-feira, dia 6, o Hospital Inácia Pinto dos Santos, também conhecido como Hospital da Mulher, recebeu a visita da equipe da Vigilância Epidemiológica do estado para uma reunião estratégica. O objetivo principal foi fortalecer as ações de vigilância epidemiológica hospitalar, alinhando processos e notificações em conjunto com os coordenadores dos setores da instituição.

Karoline Pastor, representante do Centro de Informações Estratégicas e Vigilância em Saúde, pertencente ao Núcleo Regional de Saúde Centro Leste da SESAB, destacou a importância da notificação compulsória para o controle eficiente das doenças de notificação. Segundo ela, o papel do Núcleo de Vigilância Epidemiológica Hospitalar (NUVIEPH) é importante para a detecção rápida e a implementação ágil de medidas de controle, especialmente para as doenças de notificação compulsória imediata.

"Os núcleos hospitalares de epidemiologia fazem parte da rede nacional de vigilância, auxiliando na detecção de doenças inusitadas, emergentes, reemergentes, além de surtos e epidemias", ressaltou Karoline. Ela enfatizou ainda que o engajamento de todos os setores do hospital é fundamental para a efetividade das ações de vigilância epidemiológica.

Jehovani Barreto, coordenador do NUVIEPH, destacou a importância da reunião para abordar situações relevantes, como notificações de violências interpessoais e suicídios. "Algumas vezes, essas notificações são subnotificadas por falta de compreensão sobre sua necessidade. Essa reunião foi essencial para alinhar os coordenadores de todos os setores do hospital, garantindo que as notificações sejam realizadas e que todos os dados sejam devidamente repassados ao serviço estadual", explicou Barreto.



* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias